O que eu quero…. ser feliz!

Na infância, quando um adulto nos questiona  “O que vai ser quando crescer?” muitas idéias nos vem a cabeça… astronauta, jogador de futebol, atriz, modelo, médico e por ai vai. Não ter a obrigação de saber quem eu sou e o que vou fazer, ou mais específico, no que vou trabalhar é uma situação normal. É levado com graça, achamos “bonitinho” a criatividade, a imaginação da criança.

Alguns desses desejos podem permanecer (coisa que eu invejo!), mas na maioria das vezes, a opinião é alterada diversas e diversas vezes. Alguns indícios escolares podem ajudá-las, como gostar mais de matemática, ou português, ou história…. direciona, pelo menos, a área de atuação: humanas ou exatas.

Eis então que chega a fase, a tão temida hora de escolher. São tantas opções, tantas coisas que gosto ou que não gosto de fazer. Profissões mil, que tem aumentando cada dia mais. Mas como decidir? Como um adolescente na faixa de 17 ~ 18 anos pode saber o que quer fazer para a vida toda? Eles só querem curtir a vida, sair, viajar, namorar….. não tomar uma decisão tão séria e importante.

Tomada a decisão, muitas vezes sem certeza alguma, inicia-se a faculdade. O lugar onde vai encontrar pessoas tão perdidas quanto você, e que querem as mesmas coisas: just fun! Muitos desistem no meio do caminho, descobrem que não era bem aquilo que queria, e acertadamente mudam! Outros se encontram e seguem aquela área para o resto de suas vidas…. Mas o que tenho mais encontrado, são pessoas que terminam os estudos, e quando iniciam suas vidas profissionais, descobrem que não é bem isso que queriam.

Começam suas carreiras, apostam suas ficham, se dedicam e falham. Trocam de emprego, fazendo novas tentativas, se esforçam e falham novamente. Pode ser que entre uma ou outra transição encontre algo relevante, mas nada que os faça sentir o prazer de trabalhar. E começam os questionamentos: E agora? O que vou fazer da vida? Vou jogar meus estudos no lixo? Devo fazer uma nova faculdade? Não sei do que eu gosto! 

Pronto! Esta formada a confusão. 

Nessa altura da vida, já quase “adulto”, não nos é permitido sonhar como quando éramos crianças. Agora é a hora de escolher! Não pode ter dúvida. Não pode ficar querendo trocar de trabalho ou de área nessa altura da vida! E senão der certo, o que vai fazer? E se errar novamente? Vou ter chance de mudar novamente? O que as pessoas vão achar? Vou ter o apoio de minha família? 

Não está feliz? MUDE !!!!!!!

Não é porque é um adolescente ou um adulto que não pode mudar o rumo de sua vida e ir atras do que realmente ama fazer! Senão sabe o que fazer ainda, faça cursos diversificados, em áreas que não combinam uma com a outra…. tente buscar algo que te realize e te faça feliz! Não fiquei preso a convenções… você precisa e deve trabalhar com o que ama, com tesão! Não precisamos saber o tempo todo o que fazer e quando fazer! Errar faz parte do aprendizado!

Em muitos casos, não temos o apoio para essa mudança. Pessoas próximas, família, amigos…. sempre tem alguém que não o entende e acha que é uma loucura! Não deixe que a opinião dos outros tire suas certezas! A certeza que não está feliz e precisa mudar; que precisa se arriscar em algo novo; precisa amar o que faz para o resto da vida. Somente você sabe o que sente e o que quer! 

Independente da idade, do momento da sua vida, de todos acharem uma loucura…. faça o que te faz feliz! Ainda não sabe o que é? Continue procurando! O que não pode é fazer algo que não o satisfaça, te deixa infeliz, somente porque foi convencionado dessa maneira. 

Acredite em si mesmo! Tenha certeza da sua felicidade! Não tenha medo de mudar! Não será fácil, terá muitos obstáculos… muitas vezes se questionará se está tomando a decisão certa….. Não desanime! Sua hora vai chegar! Vai ser feliz e se sentir realizado! Tenha força para superar tudo e todos em busca da sua realização.

 Desistir…. jamais!!!! 🙂

 

Anúncios

5 opiniões sobre “O que eu quero…. ser feliz!

  1. E foi numa dessas confusoes da vida que a gente se conheceu! Meu post preferido ate agora , by far! Tudo tao verdade ! Inclusive seu jeito sempre positivo de ver as situacoes! Adoro! Cabecadas da qui e da li … Vambora ser feliz nao e nao?

  2. Perfeito!! Eu como profissional posso deixar a dica aqui no seu blog que vale muito a pena fazer algumas sessões de “orientação profissional” para adolescentes que estejam confusos neste momento de escolha profissional. Outra coisa é que assino em baixo em todas as linhas sabiamente escritas por você! Mas uma vez fico babando de admiração…. Parabéns amiga!!!

    • Uma dica muito boa essa da orientação profissional. Pena que nesses casos também nos é oferecido um leque de opções. A única coisa boa é que restringe um pouco!
      Muito Obrigada Re… desse jeito vou chorar! rs 🙂

  3. Ameiii o post. Concordo com vc plenamente, vale mais a pena esperar mais um pouco pra conquistar nossos sonhos ou descobrir nosso caminho do que escolher o mais cômodo, mais fácil e ser infeliz com medo de não arriscar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s